Make your own free website on Tripod.com

Sangue

1. INTRODUÇÃO

Sangue, substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. O sangue é vermelho brilhante, quando foi oxigenado nos pulmões, e adquire uma tonalidade mais azulada, quando perdeu seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares. Este movimento circulatório do sangue ocorre devido à atividade coordenada do coração, pulmões e das paredes dos vasos sanguíneos.

2. COMPOSIÇÃO DO SANGUE

O sangue é formado por um líquido amarelado denominado plasma, no qual se encontram em suspensão milhões de células. Uma grande parte do plasma é composta pela água, meio que facilita a circulação de muitos fatores indispensáveis que formam o sangue. Um milímetro cúbico de sangue humano contém cerca de cinco milhões de corpúsculos ou glóbulos vermelhos, chamados eritrócitos ou hemácias; 5.000 a 10.000 corpúsculos ou glóbulos brancos, que recebem o nome de leucócitos, e 200.000 a 300.000 plaquetas, denominadas trombócitos.

O sangue transporta ainda muitos sais e substâncias orgânicas dissolvidas. Glóbulos vermelhos: têm a forma de disco, arredondados, bicôncavos. Contêm hemoglobina. Glóbulos brancos: são de vários tipos principais - os neutrófilos, que fagocitam e destroem bactérias; os eosinófilos, que aumentam seu número e se ativam na presença de certas infecções e alergias; os basófilos, que segregam substâncias como a heparina, de propriedades anticoagulantes, e a histamina; os linfócitos, que desempenham um papel importante na produção de anticorpos e na imunidade celular; e os monócitos, que digerem substâncias estranhas não bacterianas (ver Sistema imunológico).

Plaquetas: são corpos pequenos que aderem à superfície interna da parede dos vasos sanguíneos no lugar de uma lesão e fecham o defeito da parede vascular. Plasma: entre as proteínas plasmáticas, encontram-se a albumina, responsável pela manutenção da pressão osmótica sanguínea; o fibrinogênio e a protrombina, que participam na coagulação; e as globulinas, incluindo os anticorpos, que proporcionam imunidade face a muitas doenças.

3. DOENÇAS SANGUÍNEAS

As doenças do sangue resultam de mudanças anormais em sua composição. A redução anômala do conteúdo de hemoglobina ou do número de glóbulos vermelhos é conhecida como anemia. A formação de hemoglobina anômala é característica da anemia falciforme e da talassemia.

A leucemia é acompanhada por uma proliferação desordenada de leucócitos. A deficiência de qualquer dos fatores necessários à coagulação do sangue provoca hemorragias. Diversas doenças hemorrágicas, como a hemofilia, são hereditárias.